Já imaginou ter uma simples dor de garganta causada por uma bactéria e décadas depois, saber que é portador de uma doença autoimune ocasionada pela mesma bactéria?! Pois esse é o retrato da febre reumática, enfermidade que não costuma dar sinais de sua presença.

Para agravar a situação, o quadro é pouco conhecido pela própria comunidade médica — não se sabe, por exemplo, o número de pacientes com a doença no Brasil, o que dificulta a tomada de decisões e a criação de políticas públicas para combatê-la.

A febre reumática é uma doença inflamatória que pode se desenvolver quando a garganta está inflamada e afeta mais as crianças entre 5 e 15 anos de idade, embora possa se desenvolver em crianças mais jovens e adultos. A febre reumática é mais comum em países em desenvolvimento. Podendo ser rara em países desenvolvidos.

A patologia pode causar danos permanentes ao coração, incluindo válvulas cardíacas danificadas e insuficiência cardíaca. Os tratamentos podem reduzir os danos causados pela inflamação, diminuir a dor e outros sintomas e prevenir a recorrência da febre reumática.

Sintomas

Os sintomas da febre reumática variam. Algumas pessoas apresentam sinais mais intensos da doença, enquanto outras, manifestam os vestígios do problema lentamente. O início geralmente ocorre cerca de duas a quatro semanas após uma infecção na garganta. Os sinais e sintomas da febre reumática – que resultam de inflamação no coração, articulações, pele ou sistema nervoso central – podem incluir:

  • Febre;
  • Articulações dolorosas e doloridas (geralmente nos joelhos, tornozelos, cotovelos e pulsos);
  • Dor em uma articulação que migra para outra articulação;
  • Articulações vermelhas, quentes ou inchadas;
  • Solavancos pequenos e indolores sob a pele;
  • Dor no peito;
  • Sopro cardíaco;
  • Fadiga;
  • Erupção cutânea plana ou levemente elevada, indolor, com uma borda irregular;
  • Movimentos corporais incontroláveis e irregulares (coreia de Sydenham) – mais frequentemente nas mãos, pés e face;

Explosões de comportamento incomum, como choro ou risadas inapropriadas, que acompanham a coreia de Sydenham.

Causas

As causas exatas da febre reumática ainda não foram totalmente esclarecidas. Infecções causadas pela bactéria Streptococcus pyogenes (ou estreptococo do grupo A), como a faringite estreptocócica e escarlatina, são o ponto de partida para a febre reumática. Essa doença se manifesta como uma complicação de um processo inflamatório anterior. Mais especificamente, a febre reumática é considerada uma doença autoimune, em que o sistema imunológico, por razões desconhecidas, passa a identificar células e tecidos saudáveis do corpo como invasores, atacando-os e causando diversos problemas à saúde.

A ligação entre a infecção por estreptococos e a febre reumática não é clara, mas parece que as bactérias enganam o sistema imunológico.

As bactérias strep contêm uma proteína semelhante à encontrada em certos tecidos do corpo. O sistema imunológico do corpo, que normalmente tem como alvo bactérias causadoras de infecção, ataca seu próprio tecido, particularmente tecidos do coração, articulações, pele e sistema nervoso central. Essa reação do sistema imunológico resulta em inchaço dos tecidos (inflamação).

Se seu filho receber tratamento imediato com um antibiótico para eliminar bactérias estreptocócicas e tomar todos os medicamentos prescritos, há poucas chances de desenvolver febre reumática.

Riscos e Fatores

Fatores que podem aumentar o risco de febre reumática:

  • História de família. Algumas pessoas carregam um gene que pode torná-los mais propensos a desenvolver febre reumática.
  • Tipo de bactérias estreptocócicas. Certas cepas de bactérias estreptocócicas têm maior probabilidade de contribuir para a febre reumática do que outras cepas.
  • Fatores ambientais. Um risco maior de febre reumática está associado a superlotação, falta de saneamento e outras condições que podem facilmente resultar na transmissão rápida ou em exposições múltiplas a bactérias estreptocócicas.

A inflamação causada pela febre reumática pode durar de algumas semanas a vários meses. Em alguns casos, a inflamação causa complicações a longo prazo.

A febre reumática pode causar danos permanentes ao coração (doença cardíaca reumática). Geralmente ocorre de 10 a 20 anos após a doença original, mas casos graves de febre reumática podem causar danos às válvulas cardíacas enquanto seu filho ainda apresenta sintomas. Os problemas são mais comuns com a válvula entre as duas câmaras esquerdas do coração (válvula mitral), mas as outras válvulas podem ser afetadas.

Os danos causados pela febre reumática:

  • Estreitamento da válvula. Isso diminui o fluxo sanguíneo.
  • Vazamento na válvula. Uma válvula com vazamento faz com que o sangue flua na direção errada.
  • Danos no músculo cardíaco. A inflamação associada à febre reumática pode enfraquecer o músculo cardíaco, afetando sua capacidade de bombear.

Danos à válvula mitral, outras válvulas cardíacas ou outros tecidos cardíacos podem causar problemas no coração mais tarde na vida. As condições resultantes podem incluir:

  • Batimento cardíaco irregular e caótico (fibrilação atrial)
  • Insuficiência cardíaca

Especialistas que podem diagnosticar febre reumática:

  • Clínico geral
  • Infectologista
  • Imunologista
  • Cardiologista
  • Neurologista
  • Psiquiatra
  • Otorrinolaringologista
  • Pediatra

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram;
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade;
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando o seu filho começou a apresentar esses sintomas?
  • Qual a intensidade dos sintomas?
  • Seu filho foi diagnosticado recentemente com alguma infecção na garganta?
  • Qual o tratamento recomendado pelo médico para a infecção na garganta?
  • Você tomou alguma medida para aliviar os sintomas? E funcionou?

Febre Reumática Manaus

A população pode encontrar reumatologistas em Manaus na plataforma ipok, um aplicativo inovador de Bem-Estar e Saúde, cujo objetivo é facilitar o dia a dia de usuários que precisam agendar uma consulta médica de forma prática, ágil e segura ou apenas avaliar o atendimento de um profissional de saúde. Além, de efetuar buscas por profissionais especializados de acordo com suas enfermidades e também, poder acompanhar informações detalhadas para cada doença ou diagnóstico médico.

Atenção: A informação descrita acima, serve apenas como apoio e não, substitui em hipótese alguma, a consulta médica com um profissional especializado. Para um diagnóstico preciso, procure uma avaliação médica de sua preferência ou no serviço público de saúde.

FONTE: Ministério da Saúde; Sociedade Brasileira de Reumatologia, Society guidelines in Rheumatology, The Journal of Rheumatology.

Comments to: Febre reumática

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Attach images - Only PNG, JPG, JPEG and GIF are supported.

Login

Welcome to Typer

Brief and amiable onboarding is the first thing a new user sees in the theme.
Join Typer
Registration is closed.